6 dicas valiosas para fazer networking se você é tímido

introvertido

Precisa fazer aquela aparição em algum evento profissional, mas já se cansa só de pensar em sair de casa? Sei bem como é isso, muitas vezes arrumei as desculpas mais mirabolantes para evitar um evento (#quemnunca). Mas, tem um momento bem específico que você percebe que está perdendo grandes oportunidades, e pior, percebe que os outros estão aproveitando todas essas possibilidades por você. Nesse momento, ou melhor, até antes dele a gente precisa usar as dicas abaixo para levantar a bunda da cadeira e se sentir preparado para qualquer evento, mesmo sendo introvertido.

——

1 – Conhecimento é tudo

Confirmou aquela presença no evento? Bacana, agora começa a parte mais importante: pesquisar. Se o evento for agendado pelo Facebook, melhor ainda, pois ele já faz o serviço árduo, caso contrário, questione as pessoas próximas a você para saber quem vai naquele evento. Depois disso, veja se tem algum conhecido que possa te ajudar na hora de conhecer novos contatos, afinal, ser apresentado por alguém conhecido é muito melhor! E você saber previamente quem vai, já acalma seu sistema introvertido, pois diminui a ansiedade.

2 – Estabeleça uma meta

Com introvertidos funciona muito bem a tática da meta; a cada xícara de café/água que tenha tomado, fale por 5 minutos com alguém. Isso porque, como não queremos muita interação, tendemos a encher a boca de comida ou água (não me engana que conheço essa técnica, rs). Tá de dieta e não curtiu essa dica? Crie outra meta: posso ir para casa depois que conhecer 3 pessoas diferentes. Também ajuda!

3 – Comece por eventos menores

Nunca foi num evento de networking? Então não comece pelos maiores e mais badalados. Toda mudança começa com um passo simples, por isso, inicie pelos menores. Em muitos casos nos sentimos mais acolhidos em grupos menores, principalmente se não conhecemos ninguém.

4 – Perguntas, sim, por favor!

Ensaie algumas perguntas com antecedência. Isso ajuda a controlar o nervosismo e quebrar aquele gelo inicial. Podem ser perguntas assim: qual seu ramo de trabalho? Como o mercado está respondendo ao seu produto? Me conte um pouco como iniciou sua vida profissional, ou como iniciou sua empresa. Enfim, perguntas que deem a chance do outro contar um pouco sobre a sua vida. Além de ser muito simpático é uma forma interessante de iniciar uma conversa com um estranho.

5 – Cartões, sempre!

Ainda não tem cartões? Então corra e faça um! Pode ser simples, mas precisa ter seu nome, sua especialização e contatos. Como nós, introvertidos, temos menos disposição para a exposição social, precisamos trabalhar com outros meios, como por exemplo, a escrita. Por isso, para que possa colocar em prática a última dica é importante você distribuir e recolher cartões de quem está no evento. Lembre-se: melhor qualidade do que quantidade. Se você recolher cartões apenas com quem conversar, já está ótimo!

6 – Mantenha sua rede

Bacana, você foi no evento, conversou com algumas pessoas, conheceu um pouco da história delas, distribuiu e pegou cartões. Agora vem o último e mais importante passo: mantenha sua rede. Até 2 dias após o evento (e não passe muito disso, ok?!), mande um email para a pessoa falando o quanto foi gratificante conhece-la. Aqui, use as informações que ela te passou para transparecer seu interesse naquele contato. Também vale a regra do “menos é mais”. Envie esse email para aquelas pessoas que você realmente se conectou.

Pronto, com essas dicas não há timidez que resista. E se ainda assim for difícil, pense no que poderá ganhar indo ao evento, nos resultados positivos que podem acontecer ou nas pessoas interessantes que pode conhecer. Você pode inclusive se recompensar por ter tido coragem de ir. Exemplo: se eu for em tal evento e falar com 3 pessoas, amanhã posso chegar do trabalho e olhar um filme ou posso ir lá naquela padaria comer aquele brigadeiro que adoro, etc. Sistemas de recompensa são ótimos para ajudar na ação!

 

Ficou com dúvida ou quer contribuir com mais dicas ou depoimentos? Deixe seu comentário, respondo todos!

 

Juliana Emer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *