Ajustando o sonho à realidade

Ajustando o sonho à realidade

 

Se existe um assunto do qual eu gosto de falar, este assunto se denomina sonho! Eu me fascino por ele, pois é a nossadiferente capacidade de sonhar que torna a vida interessante. Sonhar requer que quebremos as barreiras que nós, nossa família ou sociedade impõe com suas regras, que nem sempre se enquadram em nossa vontade. Sonhar requer sabedoria, colocar o sonho em prática requer coragem.

Só que sonhar e colocar sonhos em prática é um exercício quase contínuo, que exige uma dose dupla de realidade, e essa é a etapa mais complicada. Podemos, de infinitas maneiras, definir sonhos e coloca-los nesse plano abstrato que chamamos de pensamentos. Assim como eu, tenho certeza que muitos que estão lendo esse texto possuem sonhos guardados em seu íntimo. Sonhos que nunca foram compartilhados ou sequer falados em voz alta, porque esses são alimentos da alma, e sabemos que a probabilidade de se tornarem realidade é pequena.

Mas, ao contrário, existem aqueles sonhos que define quem somos e quem nos tornaremos, e são para eles que devemos direcionar a nossa energia. O maior problema, é que muitas pessoas um dia tiveram sonhos que não se adequaram a sua realidade, e se desiludiram, deixando na mão das outras pessoas a construção dos caminhos pelos quais elas iriam passar.

Eu já li muitos artigos, textos e livros falando sobre sonhos, mas nenhuma passagem fez tanto sentido para mim, quanto a passagem que narro abaixo, retirada do Livro “Um certo verão na Sicília” (Marlena de Blase).

“Como cada um de nós ajusta o sonho para acomodar a realidade. Isso é o que nos separa. Um culpa e se lamenta, enquanto outro põe mãos à obra. No fim de toda história humana, acho que a única coisa que separa as personagens é a capacidade de reconciliar o sonho com a realidade”.

3RCruoHÀ medida que conseguirmos nos livrar dos estigmas criados pelos sonhos não vividos, conseguiremos nos conectar com os sonhos reais, aqueles que com uma dose de coragem, esperança e força, podem ser alcançados, vividos e perpetuados dentro da nossa história.

Deixe para traz, nas linhas da sua vida, esses sonhos que, embora tenham sido importantes, se mostraram improváveis de saírem do pensamento. Não veja eles como um fracasso, mas sim como a chance de ajustá-los a sua realidade, sonhando novas histórias para a sua vida.

Se dispa dessa animosidade que o atrasa e atrasa a sua felicidade. Quanto mais você sonhar, maior a probabilidade de você conquistar o que lhe cabe por direito. Mas sonhe os seus sonhos, deixe que os outros vivam os seus, se concentre no que lhe pertence, pois essa é a única maneira de saber se está no caminho certo. É olhando para dentro que conseguimos enxergar a estrada que precisamos trilhar… Aprenda a ver sozinho… Aprenda a sonhar através da sua realidade. Afinal como diria o grande Mário Quintana:

Sonhar é acordar-se para dentro. 

_____________________________________________________________________

Juliana Emer | Coach Especialista em Timidez e Life Coaching – é fundadora do programa Revolução do Quietos, projeto exclusivo para introvertidos e tímidos trabalharem o seu potencial. É graduada em Administração, com especialização em Coaching pelo IBC (BH) e Psicologia Positiva pelo método Harvard. Também é colunista do projeto Entre Elas que apoia o empreendedorismo feminino, e consultora na Grimper RH.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *