[vida positiva] 5 PERGUNTAS QUE VOCÊ PRECISA SE FAZER ANTES DE 2018

Todo final de ano é um convite especial para refletirmos sobre os caminhos que temos escolhido. É uma época que respiramos ares diferentes, imaginando como o próximo ano será.

É um tempo que naturalmente nossa alma se alimenta de esperança, que cada célula do nosso corpo se renova, esperando a meia noite do dia 31/12/2017, pois sentimos como verdade absoluta, que no minuto seguinte as energias serão outras, o tempo será outro, e as oportunidades, tão esperadas, estarão lá para nos abraçar.

E não interessa se em anos anteriores isso não aconteceu, simplesmente ignoramos esses fatos para nos agarrar na esperança do novo, do melhor, do inesperado.

E é ótimo isso!

Mas para ajudar esse caminho, selecionei 5 perguntas realmente importantes, que podem te ajudar a construir novas pontes em 2018.

1 Você está onde gostaria de estar?

Conhecer nosso momento presente e nossas necessidades são fatores extremamente importantes para nossa felicidade. Afinal, quando se navega sem destino, nenhum vento é favorável.

2 Que habilidades você tem que não está utilizando?

É normal utilizarmos algumas habilidades nossas que são mais requeridas pelos outros ou por nossa atividade profissional. Com isso, inúmeras vezes, deixamos engavetadas outras habilidades ou qualidades nossas que poderiam nos ajudar, ou poderiam dar rumos diferentes para antigas decisões. Então faça uma faxina interna, e se pergunte que habilidades você esqueceu ao longo da vida e que poderiam ser importantes para você agora.

3 O que você aprendeu de importante até aqui, e como poderia utilizar esse aprendizado hoje?

Outro sintoma que nós, seres humanos, compartilhamos é a falta de compreensão em relação aos aprendizados da vida. Normalmente ressaltamos os grandes aprendizados, aqueles que vieram de profundas e dolorosas transformações. Mas os pequenos, aqueles que a vida nos mostra às 7:30 da manhã de um dia qualquer? Ou aquele que compreendemos vendo um filme no final de semana? Repagine o livro de aprendizados e veja quais deles você esqueceu e que pode, agora, incorporar em sua vida.

4 O que você está tolerando ou aturando em sua vida?

Tem um texto da Marina Colasanti intitulado “Eu sei, mas não devia” (leia, please). A gente é um ser adaptativo, então a gente se acostuma sim… mas em alguns momentos não deveríamos. Não deveríamos, nunca, ever, jamais, se acostumar com coisas que nos ferem, que nos dão vontade de chorar, que machucam a nós e aos outros. A gente não devia se acostumar com as coisas ou situações que nos puxam para trás. Vai, pensa aí, o que você anda aturando na sua vida, mas não devia? Depois de descobrir, pense numa ação – pequena que seja – para começar a mudar isso.

5 O que o amor faria agora?

Eu simplesmente AMO essa pergunta. Ela me ajuda tanto e de tantas formas… E pelo poder dela, pouco preciso explicar. Em qualquer encruzilhada da vida, ou mesmo naquele dia 31/12/2017 às 23:59, pense: o que o amor faria agora? O que o amor faria com a vida que tenho? O que o amor faria em 2018? Nessas respostas você vai achar muitas verdades, e muitas ações que de fato vão te fazer feliz.

 

E que 2018 venha, pois é uma energia nova, e com energia nova a gente aprende a lutar de novo, a conquistar mais, e ir em busca de coisas valiosas, de coisas que façam nosso coração bater. A gente só vai fazer um mundo melhor quando nosso mundo for melhor. Melhore o seu dia, para melhorar o dia de todos a sua volta.

E abra os braços, novas energias estão chegando!

 

Abraço,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *